A Educação pela Pedra

 João Cabral de Melo Neto

Learning from Stone

João Cabral de Melo Neto

Translation by John Ryle

Uma educaçao pela pedra: por lições;
para aprender da pedra, freqüentá-la;
captar sua voz inenfática, impessoal
(pela de dicção ela começa as aulas).
A lição de moral, sua resistência fria
ao que flui e a fluir, a ser maleada;
a de poética, sua carnadura concreta;
a de economia, seu adensar-se compacta:
lições de pedra (de fora para dentro,
cartilha muda), para quem soletrá-la

Outra educação pela pedra: no Sertão
(de dentro para fora, e pré-didáctica).
No Sertão pedra não sabe lecionar,
e se lecionasse, não ensinaria nada;
lá não se aprende a pedra: lá a pedra,
uma pedra de nascença, entranha a alma.

Learning from stone, lesson one:
To see what stone means, live with it.
Elocution: hear the voice of stone,
Low and impersonal. Morality:
Consider stone’s unbendingness,
How it opposes change and flow.
Poetics: how it looks and feels. Then economics:
Let a stone explain its weight-to-volume ratio.
Lessons of stone—from outside, aiming inward—
Written on blank slate, spelled out slowly.

A different lesson, this time from within
We learn it in the backlands early on.
Stone’s no teacher.
You can’t learn from stone.
Stone’s your birthright.
When you’re born, stone enters in.